Cinque Terre – Itália – Passeio de um dia

Cinque Terre, como o nome diz, são 5 terras, a Monterosso, Vernazza, Riomaggiore, Corniglia e Manarola, que ficam na costa da Riviera Ligure. Essa cidade é considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1997 e não é difícil de se entender o porque.

Fui para Cinque Terre de carro a partir de Bolonha, uma viagem de 266 km. Chegando na cidade paramos o carro perto da estação La Spezia aonde tem algumas vagas na rua que são de graça para estacionar. Entramos na estação  e compramos o cartão 5 terre por €16, esse cartão dá direito de pegar o trem entre as 5 terras quantas vezes você quiser pelo dia inteiro (mais não esqueça de sempre validar o seu cartão nas máquinas na estação toda vez que for usar o trem, caso você não faça isso você pode levar uma multa de €50).

Este slideshow necessita de JavaScript.

A terra mais próxima da estação é a Riomaggiore, por isso decidimos começar por Monterosso, para evitar o grande fluxo de turista que desce logo na primeira terra, e tenho que falar que foi uma ótima escolha pois Monterosso é a única terra de praia, ótima para começar o dia. Lá é possível alugar guarda-sol e aproveitar a praia que tem uma água super gelada e a areia é na verdade de pedrinhas. Eu adorei essa cidade e acho que seria a mais legal para se passar a noite, ela é super movimentada cheia de lojas, restaurantes e barzinhos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saindo de Monterosso, fui para Vernazza de trem (é possível percorrer todas as terras a pé, mais eu só tinha esse dia e não queria arriscar não dar tempo de ver todas). Vernazza é uma cidade mais pequena cheia de restaurantes e lojas, muito movimentada por turistas. Nela há um porto, ela é super charmosa e é onde se produz o vinho Vernaccia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Seguimos de trem para Corniglia e já aviso, não é aconselhável para quem tem problemas de mobilidade. Da estação de trem até a cidade é uma grande escadaria que parece não ter fim, mais garanto que vale a pena. A cidade é bem pitoresca, formada por pequenas vielas e com uma vista muito legal. De todas era a que estava mais vazia, talvez pelo fato de ser a mais difícil de se chegar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A penúltima parada foi a Manarola, a terra que mais gostei por ser muito gostosa de caminhar, com um mirante maravilhoso e casinhas lindas e coloridas. É  a terra mais antiga de todas e considerada a mais fotogênica, é conhecida também por seu vinho Sciacchetrà.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por último fomos a Riomaggiore, a única que planejamos ir andando pela Via del’amore, conhecida por sua vista espetacular, mais infelizmente a via estava interditada devido a queda de algumas pedras, tivemos então que voltar e pegar o trem até ela. Fechamos o dia com chave de ouro, a cidade é uma graça, bem pequena e cheia de casinhas coloridas. Há um mirante que garante uma boa vista e um local para se alugar kayak e pequenos barcos caso o mar esteja favorável (que não era o caso desse dia).

Esse foi um passeio que fiquei encantada, é tanta beleza natural misturada com arquitetura simples e aconchegante, o dia não poderia ter sido melhor. Fui embora no fim da tarde para pegar o carro e ir em direção a Milão, a nossa próxima parada.

 

 

*Valores de 2017.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s